Dra. Adriana de Góes | Reprodução Humana SP Menu.

O que é varicocele e como tratá-la?

A varicocele está presente em aproximadamente 15% da população masculina, e 40% dos homens acometidos por essa doença apresenta infertilidade, o que faz da varicocele a causa mais comum de infertilidade masculina atualmente. Embora seja, de modo geral, assintomática, alguns sinais podem dar indícios da presença da doença e devem ser tratados com urgência de modo a evitar consequências graves.

Neste post, apresentarei informações importantes que ajudarão a entender e identificar a doença, como: o que é a varicocele, sintomas, causas, como ela afeta a saúde do homem, diagnóstico e tratamento. Continue lendo e confira.

O que é varicocele?

A varicocele é uma dilatação anormal das veias na região testicular, principalmente do cordão espermático. Trata-se de um processo semelhante ao que ocorre nas veias varicosas que aparecem nas pernas, por exemplo. A varicocele geralmente surge em homens após a puberdade.

Como afeta a saúde do homem?

São muitas as dúvidas que surgem quando o paciente é diagnosticado ou está com a suspeita de uma doença. Para entender os danos que a varicocele pode causar à saúde masculina, é necessário compreender a função do órgão que a doença afeta, nesse caso, o escroto, também chamado de saco escrotal.

Formado pelos testículos e epidídimos, o escroto é essencial para o processo reprodutivo, uma vez que é o responsável pela temperatura adequada para a formação de espermatozoides saudáveis.

Além de sustentar os testículos, que produzem os espermatozoides e, portanto, devem estar em condições ideais, também realiza o controle de contração e relaxamento, controlando a temperatura.

A varicocele é uma dilatação anormal das veias do plexo pampiniforme (cordão espermático), que drena os testículos. Isso significa que, quando as válvulas estão com seu funcionamento normal afetado, o sangue que circula pelas veias dos testículos não é suficientemente drenado.

Logo, ele volta para os testículos e provoca uma pressão maior nas veias, o que causa dilatação e o aumento da temperatura local. Por fim, favorece o acúmulo de substâncias nocivas nos testículos, já que o sangue não circula normalmente.

Além da infertilidade, a varicocele pode causar lesão testicular progressiva, com possível redução do volume do testículo e até mesmo atrofia.

As causas das alterações morfológicas que podem provocar a infertilidade devido à varicocele são objeto de estudos ainda, mas as hipóteses mais comuns e aceitas são:

  • Elevação da temperatura escrotal e testicular;
  • Diminuição de oxigênio nos testículos (hipóxia testicular);
  • Refluxo de metabólitos renais e adrenais por meio da veia gonadal.

Outras teorias com ênfase no sistema imunológico, hormonal e mesmo de aumento de fatores oxidantes relacionados à varicocele também têm sido relatadas.

O que causa a varicocele?

As causas da varicocele ainda não são claras, mas estudos mostram que a varicocele pode ser causada por:

  • Ausência ou insuficiência congênita das válvulas da veia espermática interna;
  • Dificuldade na drenagem venosa por obstrução ou compressão do sistema venoso.

As varicoceles têm maior incidência no lado esquerdo, o que pode estar ligado à anatomia da veia gonadal esquerda, que constitui base para várias teorias que tentam explicar sua origem. Dentre elas, destaca-se: o tamanho e o ângulo da veia gonadal esquerda, pois ela é mais longa que a direita e entra em ângulo reto na veia renal desse lado. Assim, favorece a formação de uma longa coluna hidrostática, com alta pressão, que dilata o plexo pampiniforme.

A insuficiência valvular na veia gonadal esquerda pode resultar em aumento da pressão transmitida pela veia renal para o plexo pampiniforme.

Quais são os sintomas?

Geralmente assintomática, a varicocele costuma ser diagnosticada em exames físicos de rotina, por isso esses exames são tão importantes.

No entanto, quando os sintomas ocorrem, tendem a ser sentidos com o aumento do volume do saco escrotal, como dor ou sensação de peso no testículo que piora durante o dia, especialmente em clima quente ou após esforço físico.

As veias dilatadas do escroto muitas vezes podem ser sentidas ou vistas, e o testículo fica menor no lado da varicocele. Um sinal comum é a diminuição do volume testicular, que pode chegar à atrofia.

Como é realizado o diagnóstico?

A varicocele pode ser identificada com a anamnese, seguida do exame físico e seminal. De acordo com o grau de desenvolvimento, as varicoceles são classificadas em:

Grau I — Aquelas que são palpáveis apenas com a manobra de Valsalva (técnica de respiração com esforço para aumentar a pressão na região testicular);

Grau II — Palpáveis sem nenhuma técnica;

Grau III — Detectadas visualmente e palpadas com ​facilidade.

Durante o exame, os testículos são sentidos enquanto o homem está em pé. Dependendo do grau da varicocele, como visto acima, é possível sentir e até mesmo ver as veias dilatadas.

No entanto, as varicoceles menores são frequentemente detectadas apenas por exame complementar de ultrassonografia com Doppler (ultrassom projetado para detectar o som do refluxo do sangue pela válvula).

Quais são os tratamentos indicados?

A varicocele é a causa mais comum de infertilidade, porém é tratável. O tratamento pode ser medicamentoso ou cirúrgico. A segunda opção, geralmente, é necessária para os casos de infertilidade, atrofia testicular significativa, varicocele dolorosa e/ou desconforto persistente após tentativas de abordagens não cirúrgicas, como: medicamentos anti-inflamatórios.

O tratamento cirúrgico da varicocele, feito por microcirurgia subinguinal, visa corrigir as veias afetadas para redirecionar o fluxo sanguíneo em direção às veias normais. A cirurgia pode ser aberta ou laparoscópica. Com o uso de um microscópio cirúrgico, é possível a identificação precisa de estruturas críticas que precisam ser preservadas, como a artéria testicular.

A dor após a cirurgia é leve e, muitas vezes, o paciente pode retornar à maioria das atividades normais dentro de dois dias. A cirurgia possui uma alta taxa de sucesso e pode eliminar mais de 90% da varicocele.

Esse post te ajudou a entender o que é a varicocele e como tratá-la? Clique aqui e aprofunde seus conhecimentos e saiba como lidar com a doença da melhor forma.

Veja também:
O que é inseminação artificial?

Desde a década de 1970, quando começou a ser utilizada no Brasil, a inseminação artificial […]

Leia +
E-book:
Last E-book Manual da Gestante Baixe grátis

Compartilhe:

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Scroll